terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

letra e palavra


sou a letra que escrevo
no passar das linhas extintas
rimo-me em versos fracos
sem sequer usar tinta

poesia em suor e sangue
mucos, urina
e tudo que tem sal

passo os dias na terra
igual palavra passa num papel
só conhece quem a lê

letra e palavra
são só eu e mim mesmo
com ninguém nos lendo

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

mão boa


juntar palavra e dar ritmo
o nada em melodia boa
faz da fala canto
e da palavra pessoa

conheço poucas
então as repito
e dentro de mim
o som ressoa

onde está o bandido
que nunca rouba?

poeta que não erra
não tem mão boa

sábado, 30 de dezembro de 2017

vem do som


se me virem do avesso
do entre dentro e fora
o peso do pescoço
sufoca quem ignora

queria poema
que vem do som
farinha e feijão
tipo 'café com pão'

amor que é bom
tem vários tons
e memórias

que tem o dom
tem sins e nãos 
e histórias