sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Ê lá em casa!



Lá em casa tem textura
Nas paredes que eu subo
E vão do chão até o teto, vão de um canto ao outro lado do mundo
Até parece obra-de-arte
De um confeiteiro dedicado
Dessa casa já me sinto parte
E desse bolo, o seu recheio.
Ê lá em casa!

Um comentário: