terça-feira, 11 de outubro de 2011

Confesso

Se, ao falar
o que se passa em outras
aragens do ser
que não aquelas racionais,
certamente o contrário
é que se entenderia;
e sobre o talante da mente
- muito talvez pelo coração incitado -
certamente, repito,
seria como se
nem isso tivéssemos sentido,
pois assim age o mundo e sim:
assim é aquele que detém isso
por nós censurado.
Se por essas e por tantas
optamos manter preso cá dentro
um desses assuntos abstratos,
vamos com o tempo
tornando-o forte,
guerreiro que é!
como se nesse movimento
cada vez mais
ele mesmo se põe em pé.


Confesso,
vou guardando comigo
essa coisa boa que de tão boa
bem não faz
se não for dividido.


foto: Ana Pi

Nenhum comentário:

Postar um comentário