terça-feira, 7 de março de 2017

bicho febril


bicho febril
busca seu instintivo alívio
em folhas mágicas
sulcadas pela noite

para o que seu corpo pede
lembra de reza forte
palavras ritmadas em língua Bantu

de tanto suar
pelos poros arranca de si
seu tormento, calor e frio

bicho febril sabe:
a cura cresce nos Matos
conforme manda a Lua

Nenhum comentário:

Postar um comentário